DEFESA DOS ANIMAIS

DEFESA DOS ANIMAIS
As melhores reportagens sobre defesa dos animais

FELINOS

FELINOS
Conheça as melhores histórias sobre os felinos

ENTREVISTAS

ENTREVISTAS
Conheça o trabalho de pessoas que amam os animais

CÃES

CÃES
Incríveis histórias com os cães

ORGANIZAÇÕES EM DEFESA DOS ANIMAIS SOFREM COM A CRISE

17/05/2018

 A crise financeira que atinge o Brasil vem causando sérios danos a muitas pessoas; desemprego, venda de bens para sobrevivência, trabalhos sem remuneração adequada, doenças psicológicas e toda uma série de transtornos que atinge toda a população. Mas uma das áreas mais atingidas parece ser mesmo a da que trata dos cuidados com os animais. 

As ONGs que mantém cães de rua por exemplo, sempre tiveram grandes dificuldades para arrecadar fundos para a alimentação e cuidados com os animais. Nesta época de crise, a coisa é ainda pior. As pessoas não tem recursos sobrando e muitas vezes nem o suficiente para si. 


Você já conhece o Magazine RDA?

O sofrimento por que passam as pessoas das ONGs é imenso, pois amam os animais, e vê-los as vezes sem ter o que comer é terrível. Muitas pessoas fazem de tudo pelos animais, até vender seus bens para conseguir alimentá-los. As doações são escassas. Normalmente em épocas de fartura e sem crise os brasileiros não costumam ser muito solidários quando o assunto e sobre os animais, na crise a coisa se agrava ainda mais. 

As ONGs que cuidam diretamente com os animais sofrem. Aquelas que fazem um trabalho indireto, como conscientização, como o caso da Rádio Defesa dos Animais, mais ainda pois divulgação contra maus tratos e sobre os direitos dos animais não parecem coisas importantes para o público.

De toda maneira todo tipo de trabalho para o bem estar dos animais vale a pena em qualquer época. Para muitos, os animais são como objetos andantes, e nada mais, não conseguem nem de longe perceber que nestas criaturas há uma vida igual a nossa, afinal também somos um animal. Assim, essas criaturas sofrem o mesmo que um humano pode chegar a sofrer. A diferença é que são por natureza abandonados à própria sorte.


Você já conhece a RDA - Rádio Defesa dos Animais?
Os animais das cidades, dependem muito dos seres humanos, e quanto mais se aproximam dos humanos, mais sofrem; escravidão, trabalho, indiferença nos cuidados, abandono e tudo o mais. Isto sem mencionar a crueldade da matança para transforma-los em produtos alimentícios.

___________________________________________________________ 


Sabe aquele latido que não te deixa dormir, ou que deixa seu vizinho louco da vida? Aprenda de uma maneira suave a ensinar o seu cão a não latir desesperadamente e assim trazer paz para você e para ele mesmo.

VOCÊ SABIA QUE HÁ UMA QUANTIDADE MUITO GRANDE DE ARTISTAS VEGETARIANOS E VEGANOS?

05/04/2018

Cada vez mais os artistas que por sinal precisam estar em forma e ter um corpo bonito para enfrentar a grande quantidade de shows que fazem a cada ano, estão aderindo ao vegetarianismo. Há alguns que o fazem por pura necessidade de uma vida saudável, mas a maioria é mesmo pela causa animal, ou seja, querem contribuir para a defesa dos animais. Veja a lista dos mais conhecidos.
 VEGETARIANOS:
Adalita Srsen (vocalista dos Magic Dirt)
Amy Ray (música)
Annie Lennox (cantora)
Anthony Kiedis (vocalista dos Red Hot Chili Peppers)
Arkangel (banda de hardcore)
B52?s (banda musical)
Belinda Carlisle (cantora)
Benji (guitarrista dos Good Charlotte)
Billy (guitarrista dos Good Charlotte)
Billy Idol (músico)
Bob Dylan (cantor)
Boy George (músico)
Brandii
McCoy (cantora dos The Honeybees)
Bree Sharp (cantor)
Captain & Tennille (dueto musical)
Casey Kasem (DJ)
Cathy Dennis (cantora)
Charlie Watts (baterista dos Rolling Stones)
Chris Novoselic (baixista dos Nirvana)
Chrissie Hynde (cantora dos The Pretenders)
Cindy Jackson (cantora)
Common (cantor/rapper)
Damon Alburn (vocalista dos Blur)
Daren Hayes (Savage Garden)
Des?ree (cantora)
Dre Rapper (dos Outkast)
Dwight Yokam (cantor de música country)
Eddie Jackson (baixista dos Queensryche)
Eddie Vadder (vocalista dos Pearl Jam)
Elvis Costello (músico)
Erykah Badu (cantor)
Farin Urlaub (da banda Die Ärtze)
Frenzal Rhomb (banda musical)
Gary Barlow (ex Take That)
Gavin Rossdale (vocalista dos Bush)
George Harrison (músico dos Beatles)
Gladys Knight (cantora)
Good Riddance (banda musical)
Howard Jones (cantor)
India Arie (cantora)
Jane Weidlin (da Girl`s Band Go-Go)
Janet Jackson (cantora)
Jason Orange (ex Take That)
Jeff Ament (baixista dos Pearl Jam)
Joan Baez (cantora de música folk)
Joe Jackson (músico)
Joel (vocalista dos Good Charlotte)
John Lennon (cantor/compositor e ex Beatlle )
Johnny Marr (ex guitarrista dos The Smiths)
Julianna Hatfield (música)
Justine Frischman (cantora dos Elastica)
Kate Bush (cantora)
Kirk Hammett (guitarrista dos Metallica)
Lenny Kravitz (músico)
Lilli Lehmann (cantora alemã de ópera)
Lisa Loeb (cantora)
Mark Owen (ex Take That)
Michael Bolton (cantor)
Michael Diamond (Beastie Boys)
Mike Joyse (baterista)
Montserrat Caballe (cantor de ópera)
Morrissey (cantor)
Mya (cantora)
Mylène Farmer (cantora)
Natalie Merchant (cantora)
Paul MacCartney (cantor)
Paula Cole (cantora)
Peter Gabriel (músico)
Polly
Jean Harvey (cantora)
Richard Thompson (cantor)
Rick Allen (Def Leppard)
Rick Sringfield (cantor)
Ringo Starr (músico)
Robert Smith (músico The Cure)
Robyn Hitchcock (cantor)
Seal (músico)
Serj Tankian (vocalista dos System of a Down)
Steve Morse (músico)
Steve Vai (guitarrista)
Susannah Hoffs (vocalista/guitarrista das Bangles)
Terry "Geezer"
Butler (músico)
Tina Turner (cantora)
Travis Barker (baterista dos Blink-182)
Vanessa Amorosi (cantora)
Vanessa Paradis (cantora)
Vanessa Williams (cantora)
Wendy O. Williams (música/cantora)
Yehudi Menhuin (violinista)
Yoko Ono (música, viúva de John Lennon)
Ziggy Marley (músico)


VEGANOS:
Absence (banda de hardcore)
Brandy (cantora)
Bryan Adams (cantor)
Crystal Ballroom (banda musical)
Daniel Johns (vocalista/guitarrista dos Silverchair)
Darren Edwards (dos Brilliant sins)
Dave Davies (cantor)
Earth Crisis (banda musical)
Fiona Apple (cantora)
Fugazi (banda musical)
Geoff
Tate (vocalista dos Quennsryche)
Grace Slick (cantora)
Heather Small (música)
Jack Dangers (músico dos Meat Beat Manifesto)
John Feldmann (vocalista dos Goldfinger)
John Power (cantor)
K.D. Lang (músico)
Kim Andrew (vocalista dos Brilliant sins)
Maron (banda de harcore)
Michelle Malone (cantora)
Moby (cantor)
Mushroom (dos Massive Attack)
New winds (banda portuguesa de hardcore)
Ocean Robbins (cantor)
Phil Collen (cantor)
Point Of No Return (banda de hardcore)
Purification (banda de hardcore)
Rikki Rockett (dos Poison)
Shania Twain (cantora)
Sinead O`Connor (cantora)
Tom Scholz (guitarrista da banda Boston)
Weird Al Yankovic (cantor)

Fonte: 
Centro Vegetariano de Portugal - www.centrovegetariano.org

FEBRE AMARELA, MAIS UMA VEZ OS ANIMAIS LEVAM A CULPA

10/02/2018


Com o surto de febre amarela espalhando-se pelo país, criando filas infindáveis nos postos de saúde, a população especialmente de áreas rurais com maior risco de contaminação, passou a matar macacos por medo do contágio ou uma falsa precaução. Nada mais errado. O macaco não tem nada a ver com a transmissão da doença.

Assim, como os humanos, são vítimas da doença e não transmissores. Como não há como vacinar os macacos, resta vacinar os humanos. No ciclo silvestre da febre amarela os macacos são hospedeiros do vírus, mas os vetores, ou seja transmissores da doença são os mosquitos que habitam nas matas.

Aquelas pessoas que erroneamente matam macacos, ao contrário de estar prestando um bom serviço, está dificultando a localização de focos da doença, que poderia receber mais atenção por parte das autoridades. Ou seja, onde há mais mortandade de macacos pela febre amarela é onde há mais risco. Se os humanos matam os macacos não se fica conhecendo onde estão os principais focos.

O que as pessoas podem fazer no momento é evitar entrada na mata pois pode ser picado pelo mosquito que carrega o vírus. Nas regiões urbanas, vários parques foram fechados para evitar possível contato com o mosquito.

Os macacos na verdade dão o alerta, por exemplo, todos os macacos bugios do Parque Horto Florestal, na Zona Norte da cidade de São Paulo, foram mortos pela febre amarela. Um total de 17 famílias, totalizando 86 macacos morreram após contrair o vírus da doença. Apesar de tudo, alguns macacos como o macaco prego e saguis resistiram a doença. Portanto, é bastante complicado encontrar focos da doença com certeza. O melhor mesmo é evitar-se as zonas de matas onde possa haver a presença do mosquito e também tomar a vacina já disponível nos postos de saúde, isso se você tiver paciência de ficar na fila. (Leonardo Bezerra)

BAIXE APLICATIVOS PARA BRINCAR COM SEU GATO NAS FÉRIAS

31/12/2017




Quem gosta de gato está sempre procurando algo para o felino. Claro que roupinhas nem pensar. Assim sobram os brinquedos, casinhas, camas e muitas outras coisas. Fora isso, com a chegada das mil e uma utilidades do celular, apareceram aplicativos para quase todo tipo de atividades, e claro, os gatos não podiam ficar de fora. Aqui relacionamos alguns aplicativos que você pode baixar do Play Store para um bom divertimento com seu gato.

PONTO DE LASER PARA O GATO
É um simulador de ponto de luz. A tela mostra um ponto vermelho, a brincadeira consiste em que o gato tenta pegar o ponto. Pode serem feitas algumas alterações como a cor, o tamanho e a velocidade do ponto de laser. Disponível para Android.

SNAP CAT
Um aplicativo muito legal que permite que os gatos tirem autorretratos (selfies). Aparece um ponto vermelho que roda pela tela atraindo o gato. Ao encostar a pata na tela uma foto é automaticamente tirada e pode ser compartilhada via Facebook ou Twitter. O ponto pode ser mudado para outros atrativos como lasers, ratos e insetos. Disponível para iOS e Android.

CAT FISHING 2
Gato gosta de peixe e portanto de pescar. Este é um aplicativo para os felinos pescadores. Quanto mais peixes seu gato pescar, mais difícil vai ficando o jogo. São três níveis com um, dois ou três peixes ao mesmo tempo. Se o gato parar de pescar por 30 segundos o app emite o som “meow” para atrair o gato. Recomenda-se uma tela protetora contra arranhões. Para iOS e Android.

MAGIC PIANO
É um aplicativo que  permite que o seu gato faça música, conforme ele vai clicando na tela. Apresenta um repertório moderno e clássico. Gratuito e disponível para iOS e Android.

GAME FOR CATS
O próprio nome já diz tudo. É um programa que oferece três jogos diferentes para gatos. Um dos jogos tem um apontador a laser. Nele, uma luz vermelha fica mexendo pela tela e o gato tem que bater nela. Disponível para iOS e Android.

CRAZY CAT
Para você que tem o tempo livre, assim como seu gato, este aplicativo é ideal, pois permite você brincar com seu bichano. Você pode usar  um smartphone com Bluetooth, conecte ao app para controlar  os bichos que aparecem enquanto seu gato joga. O único inconveniente é que na versão gratuita há propagandas, mas não se preocupe, seu gato nem vai ligar para isso. Disponível para Android.

FREE GAMES FOR CATS

É Jogo Multiplayer muito legal  para gatos e seres humanos. É possível escolher se o gato joga sozinho, joga contra outro gato ou contra humanos. Há fundos animados e sons naturais. Disponível para iOS e Android. (Por Leonardo Bezerra)

COMO CUIDAR BEM DOS ANIMAIS NO NATAL

23/12/2015

Natal é a maior e mais bela festa do mundo. Entretanto ninguém pensa de verdade sobre o significado do Natal. Não é festa de consumo, mas uma festa religiosa é aniversário de Jesus. Não deve ser uma festa de materialismo, mas sim de paz, alegria e principalmente respeito pela vida, o que, aliás, não vem acontecendo nos últimos séculos. Enquanto uns comem demasiado, outros passam fome, enquanto uns celebram a vida, milhares de vidas são tiradas para que aquelas pessoas que dizem celebrar a vida se divirtam comendo o resultado da morte de milhares de animais que não escapam às festas de Natal.

Estas tradições terríveis nascidas em outros séculos, chegam até nós com a matança indiscriminada de milhares de perus, galinhas, porcos e outros animais. Isto não é festa, é carnificina. É hora de acordar para a realidade da vida. A vida não está presente apenas nos seres humanos, mas em qualquer animal, tirar-lhes a vida para gula de Natal não tem nenhum significado. Deus que criou todos os seres e certamente não se alegra com a morte de milhares deles para uma festa onde nem sequer os participantes se lembram do verdadeiro sentido da mesma. Natal é nascimento e não morte.

Outros animais também sofrem

Quem for verdadeiramente consciente vai preferir comer outras coisas no Natal que não seja proveniente do sacrifício dos animais. Mas além dos animais que correm risco de vida nessa época, há outros sobre os quais se deve observar um cuidado especial durante os festejos, são os animais domésticos.

Gatos:

Quando são mais velhos normalmente não oferecem muitos cuidados, mas é sempre bom um pouco antes da queima de fogos da meia noite, deixa-los trancados em um quarto sossegado para evitar que passem muito medo, pois como se sabe sua audição é bastante desenvolvida e o barulho pode espantá-los. O pior lugar para um gato nesta ocasião é na rua, pois certamente sairia em disparada apavorado e poderia ser atropelado ou sofrer algum acidente.

A bela história de um cachorro de rua que escolheu o presépio da praça para passar o Natal

Os novos e filhotes encontram dentro de casa verdadeiras armadilhas com os enfeites de Natal, pois são muito brincalhões, podem querer subir na árvore de Natal, causando acidentes para eles e prejuízo para o dono. Sentem-se sobremaneira atraídos pelas bolas coloridas e adoram brincar com os fios das lâmpadas o que certamente termina em acidentes. Para isso, o melhor é ter a árvore em local alto e a fiação escondida. Muito cuidado também deve ser dado às comidas diferentes que podem prejudicar os animais domésticos em geral nessa época. Algo que não se deve dar aos animais domésticos é chocolate em suas múltiplas formas. Às vezes, sem querer, crianças oferecem a eles esse tipo de alimento, assim os adultos devem estar atentos para que isso não aconteça.

Cães

Igual que os gatos, sofrem com os ruídos dos fogos quando muito intenso. Os que costumam entrar em casa devem ficar num local mais distante da rua ou da fonte dos ruídos. Os que vivem fora, no quintal ou em suas casinhas, seria bom que ao menos nesse dia ficassem dentro de casa justamente para evitar os efeitos dos fogos.

Quando isso não é possível, pelo menos deixá-los num local o mais longe possível das ruas e, portanto das fontes de ruídos. Esses animais quando soltos, correm o risco de sair em disparada com medo, muitos até se perdendo. Cuidados também com cães pequenos e que não estão acostumados a comer ossos.

Presentes

Se uma pessoa tem a tradição de oferecer presentes aos familiares e amigos, por que não aos animais, seus maiores amigos? Não deixe que o especismo tome conta de você e fique dando presentes unicamente aos da sua espécie. Isso é muito fácil e todo mundo faz. Mostre seu amor por toda a criação, pois vieram do mesmo Deus criador e lembre-se dessas outras criaturas que durante todo o ano tanto lhe tem dado em amor, companhia, distração, segurança e muito mais. Eles não exigem nada nem querem nada, mas lhes dê ao menos nesse dia, a melhor alimentação que puder.

Animais de rua

Milhões de pessoas estarão alegres em suas casas festejando o Natal. Um Natal que não chegou para todas as espécies, apenas para os humanos. Enquanto as pessoas comem e bebem na alegria de seus lares, milhares de animais vagueiam pelas ruas, famintos e abandonados. Pense nisso. Se puder e se o seu coração assim o disser, não tenha vergonha, alimente também um animal de rua, seu Natal será muito mais feliz. Se tiver meios, faça ainda mais, adote um animal abandonado, será o melhor presente para ele e certamente também será para você. (Leonardo Bezerra)

CONFERÊNCIA DO CLIMA DE PARIS COP 21 E OS ANIMAIS

01/12/2015

A mídia costuma anunciar que as primeiras vitimas do aquecimento global tem nome e endereço: são os ursos polares, essas lindas e magníficas criaturas que vivem na região do ártico. Os que vivem na baia de Hudson, no norte do Canadá estão passando fome. Isto porque o período do ano em que o mar fica congelado tem diminuído cada vez mais e esses animais só conseguem caçar focas quando o mar congela, pois ficam a espreita esperando que as focas subam para respirar. Além disso, muitos morrem afogados próximo à costa do Alasca, pois os bancos de gelo estão se derretendo.

Do lado oposto, na Antártida, a situação não é diferente. O continente está encolhendo com o derretimento. Para os pinguins, principais moradores do continente, fica cada vez mais longa a distância que tem que percorrer do gelo até ao mar em busca de alimento para si e para seus filhotes. Muitos se perdem e acabam vindo parar até as praias de países tropicais como o Brasil.

Não só os animais dos polos estão ameaçados. Também os de outros continentes. De um lado os incêndios florestais que a cada ano destroem milhares de quilômetros e todos os animais silvestres que habitam essas regiões, por outro as grandes secas, cada vez mais acentuadas. Há ainda as enchentes causadas pelas tempestades tropicais.

Diante de uma situação cada vez mais caótica no que se refere ao aquecimento global, muito se fala e nada se faz. As autoridades mundiais reúnem-se e também os homens de ciência. Tanto uns quanto outros, pelo visto, estão interessados apenas em si mesmos; seu bem estar pessoal, de suas famílias, empresas e tudo o mais. Por isso mesmo a nenhuma conclusão chegam e nem sequer se aproximam. Se os homens não pensam seriamente nos indivíduos de sua própria espécie, seus filhos e netos, quanto menos nos animais, que para a maioria não passam de seres inúteis ou produtos industriais.

Mais uma conferência do clima tem lugar reunindo as nações em Paris, mas os interesses vão juntos com cada participante. Aqueles que querem fazer algo de verdade só encontram oposição pois o dinheiro fala mais alto. Os homens parecem mandar até no clima, com isso, os animais não tem a menor chance, já que nem seus próprios filhos são lembrados na hora da decisão. (Leonardo Bezerra)


EXPOSIÇÃO GRATUITA MOSTRA O AFETO ENTRE O HOMEM E SEUS PETS EM SÃO PAULO

24/11/2015

Foto: Divulgação
De 23 de novembro à 15 de dezembro, o projeto É O BICHO discute a relação de carinho entre o homem e seus bichos de estimação na exposição É O BICHO - A relação afetiva entre o homem e o pet, que acontece no Conjunto Nacional, em São Paulo, com entrada gratuita.

A exposição foca nas diferentes espécies de cães e gatos e conta com 40 obras de cerca de 20 artistas visuais de São Paulo, entre pinturas, fotografias, ilustrações e assemblages, que revelam a conexão existente entre as pessoas e os animais domésticos.

Foto: Divulgação
Entre os destaques da mostra, estão a artista plástica, pintora escultora e fotografa Sandra Martinelli, selecionada em 2015 para o Salão de Outone da França e exposição Portugal Lisboa - com uma tela representando a intimidade entre o homem e seu cão; o fotógrafo Thomas Baccaro, premiado no ano passado com o RezArte PremioTricolore (1º prêmio) / Reggio Emilia - Italia e o prêmio Latin American Fotografía 3, com uma série de imagens clicadas no nordeste de cachorros adotados por comunidades rurais; e o grafiteiro Gejo, expoente das primeiras gerações da arte urbana no país, tem em seu currículo exposições em diversas galerias e museus no país e exterior e apresenta através de sua arte a afetividade canina com seus criadores.

Rodas de conversa com veterinários também fazem parte da programação e são direcionadas ao público em geral, que poderá esclarecer dúvidas sobre alimentação e cuidados com seus animais. É O BICHO conta ainda com oficinas de grafite, ministradas pelo artista urbano Rogério Carnaval que tem seu trabalho baseado nas técnicas de décollage, collage e aquarela.

Para Fernando Zelman, um dos curadores do projeto, o foco principal do projeto é utilizar a arte como instrumento de comunicação e conscientização sobre a importância das relações afetivas com os animais de estimação. “Um tema importante para nossa evolução e aprimoramento humano, sobretudo, junto a crianças, idosos e pessoas em tratamento de saúde, física e psicológica”, explica.

A exposição é patrocinada pela Hill’s Pet Nutrition, empresa de rações super premium para Pets do grupo Colgate Palmolive. A empresa reafirma o seu compromisso em promover e estimular a vida saudável dos pets através de uma nutrição balanceada e a aproximação entre pets e humanos.
A curadoria do projeto é também assinada por Danilo Blanco. A produção é da Galeria Central, com o apoio do Condomínio Conjunto Nacional e da Secretaria Municipal da Cultura.

Durante todo o evento, haverá distribuição de brindes para os visitantes, além de divulgação de entidades protetoras dos animais, visando informar e engajar o público presente quanto a questões como adoção, castração, maus-tratos, alimentação e saúde na cidade de São Paulo.

Serviço:
Exposição: É O BICHO - A relação afetiva entre o homem e o pet
Data: De 23 de novembro a 15 de dezembro de 2015
Horário: Diariamente, das 9h as 21h de. Domingos das 11h as 20h
Local: CONJUNTO NACIONAL

Avenida Paulista, 2073, Cerqueira César, São Paulo. Acesso pela rua Augusta

CADELA DIESEL DA POLÍCIA FRANCESA FOI MORTA POR TERRORISTAS DOS ATENTADOS NA FRANÇA

18/11/2015


A cadela Diesel, da polícia francesa foi morta por terroristas segundo informou a polícia no Twitter. Não bastasse o conflito humano com e perda de muitas vidas agora até os animais fazem parte desse tipo de tragédia. Policias de quase todo o mundo usam cães para situações especiais em conflitos ou para detectar explosivos e drogas.

Diesel, uma milinois (pastor belga) de sete anos pertencia a unidade antiterrorista. Junto com policiais,  Diesel foi enviada por volta de 5.00 da manhã a um apartamento em Saint-Denis para avaliar a situação no interior do mesmo e verificar a existência de armadilhas. A cadela teria sido morta pelos terroristas além de que os policiais ficaram feridos.

É muito triste que os humanos não consigam resolver seus problemas e fiquem utilizando animais indefesos na linha de frente. Animais não nascem para o trabalho nem muito menos para resolver conflitos dos humanos.
 
Cães são normalmente usados para localizar drogas (Foto: Reprodução
Animais usados em manifestações ou perseguições em conflitos correm grande risco pois não possuem nenhuma proteção além de que são treinados para atacar indivíduos armados.

A situação triste não passou desapercebida pelos defensores dos animais. No Twitter, os internautas começaram a prestar homenagem a Diesel e a hashtag “JeSuisChien – referência ao “JeSuisCharlie após o ataque contra Charlie Hebdo no início do ano) passou logo a ser a mais usada na França e logo a segunda no mundo, depois de “SaintDenis, o local da ação policial.

Animais não devem ser objetos nem ferramenta de trabalho de qualquer espécie, mesmo que isso aparentemente tenha uma conotação para o bem e para a ajuda ao homem. Nasceram para viver e não para estarem atrelados ao homem, em suas misérias e conflitos fruto de sua própria ambição.  (Por Leonardo Bezerra)



Faça parte do Jornal Defesa dos Animais

Ajude-nos a melhorar ainda mais preenchendo este formulário

Os animais são inocentes

Frases do dia

Conheça nossa página de vídeos

Resumo da Declaração Universal dos Direitos dos Animais

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais da ONU

01 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

02 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.

03 - Nenhum animal deve ser maltratado.

04 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

05 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.

06 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

07 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

08 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra o animais.

09 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender

Os gatos mais caros do mundo

Os animais tem sentimentos...